• Fabio Ritter

A vingança foi malígna

Desde que o meia-esquerda Djalminha difundiu a cobrança de pênalti com uma cavadinha no meio do gol, os goleiros passaram a ser humilhados no futebol brasileiro. Depois da invenção do ex jogador do Palmeiras e Flamengo, diversos outros batedores aderiram a moda, com o uruguaio Loco Abreu, do Botafogo, sendo o representante mais atual da moda.

Ontem, na partidassa entre Santos e Flamengo, a hora da vingança finalmente chegou. O goleiro rubro-negro Felipe deu o troco que todos nós goleiros estávamos esperando fazia anos. Devolveu com muita classe e deboche, esta invenção pra lá de irresponsável.

O meia santista Elano, que parece não estar vivendo um bom momento em cobranças de pênalti, resolveu humilhar o goleiro Felipe, simplesmente cavando no meio do gol. O goleiro, no entanto, conseguiu esperar o chute e ficou estático no meio do gol. Após defender parcialmente o chute, Felipe devolveu o deboche com outro ainda maior, fazendo embaixadinhas com a bola.

Achei o máximo a resposta do goleiro. Mostrou que quem com ferro fere, com o ferro será ferido. Que sirva de exemplo para outros goleiros não perderem a chance de revidar com uma baita defesa e com uma gracinha como a cereja do bolo.


0 visualização0 comentário