• Fabio Ritter

Agüentar firme

Um lance 1 vs 1 é sempre muito difícil para o goleiro que normalmente está em desvantagem, pois o atacante tem o gol aberto para marcar e o goleiro somente ele mesmo para a defesa. Cada goleiro utiliza de uma técnica para realizar a defesa. No entanto, pode-se resumir em três possíveis movimentos nessas situações: Saída nos pés do atacante, bloqueio do chute com as pernas anguladas (uma flexionada para um lado e a outra para outro) ou agüentar firme e esperar o chute.

Neste último movimento, varia muito o tipo que cada goleiro utiliza para defender. Os argentinos e os sul-americanos em geral, ficam de joelhos como os goleiros de futsal. Ceni, do São Paulo, usa dessa técnica. Os alemães abrem bem as pernas e as deixam bem flexionadas para aumentar ao máximo seu raio de ação. Outros preferem aguardar com as pernas flexionadas e ir na bola. Por fim, alguns tentam adivinhar o canto e caem milésmos de segundo para um lado antes do chute.

Repare nos vídeos abaixo a dferença entre ficar parado e cair um pouco antes. Gallatto, do Atlético PR, na partida contra o Grêmio, escolhe o lado esquerdo milésimos antes do chute.


Já o goleiro Kennedy, do Chivas USA, fica estático aguardando até o último momento a decisão do atacante e consegue fazer a defesa.


Por fim, Fernando Henrique, do Fluminense, tenta um lado na conclusão de Keirrison, mas não acerta o lado.


0 visualização0 comentário
logo_bola.png