• Fabio Ritter

André Sangali se candidata a novo Rei de Pênaltis

Desde criei o Guarda-Metas.com sempre me despertou a atenção estudar os pênaltis. Afinal de contas é nessa hora que nós goleiros somos reis. São neles que viramos o heroi de um time, quando saímos carregados nos braços.

Em 2009, publiquei um post no qual intitulava Bruno (ex-Flamengo e atual Carandiru FC) como o rei dos Pênaltis, após duas defesas em cobranças de Ganso, do Santos, na mesma partida. Em 2010, passei a coroa para Victor, do Grêmio, que pegara mais de 5 cobranças no Brasileirão.

A temporada agora é de 2011, mas um goleiro já se destaca na busca por essa coroa. André Sangali, do Caxias – RS, pegou 4 pênaltis de 5 batidos, na decisão diante do São José, valendo vaga na final do primeiro turno do Gauchão. Confira no vídeo abaixo.


Repare no vídeo que a técnica de Sangalli é muito parecida com a de Bruno. Ele escolhe um canto e diminui esse canto dando alguns passos nessa direção. A diferença é na armadilha para enganar o atacante e fazê-lo não perceber essa diminuição de espaço. Enquanto Bruno fazia aquela ginga de corpo, como que uma dança, Sangalli desloca-se em cima da linha (como a regra permite) abrindo os braços. Instantes antes do chute ele posiciona-se a dois passos do centro já no canto onde vai fazer a defesa.

Outro ponto a ser destacado é a posição dos joelhos do goleiro. Quando ele para de se deslocar, ele inclina muito os joelhos já preparando o mergulho para o lado onde vai. Dessa forma, consegue angular bem para a defesa.

É claro que faltou um pouco de categoria para os atacantes adversários que não perceberam a estratégia de Sangalli. Mas nota 1000 para o goleiro, pois ele acabou perturbando os batedores, além de conseguir ganhar território e praticar as 4 defesas monumentais.

Veja o vídeo quantas vezes for necessário e veja se não vale a pena tentar a técnica de Sangalli na próxima partida. Eu tentaria.

0 visualização0 comentário