• Fabio Ritter

Cássio e Timão fazem história


Sim, a classificação histórica do Corinthians às finais da Copa Santander Libertadores passam pelo seu goleiro. Cássio Ramos, goleiro de 25 anos, e 1,95m foi decisivo na trajetória do Timão até a final.

Tudo começou nas quartas de final do Campeonato Paulista. Após a primeira colocação na primeira fase, o alvi-negro enfrentaria a oitava colocada, Ponte Preta. O jogo era no Pacaembu dando amplo favoritismo ao Corinthians. Pois o acaso futebol clube entrou em ação e o clube foi eliminado após perder por 3 a 2. O então Júlio César foi acusado como culpado em dois dos três gols sofridos.

Tite decidiu mexer e para a partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores escalou Cássio, recém contratado do PSV da Holanda. O goleiro formado pelas categorias de base do Grêmio foi colocado a prova em um estádio George Capwell, em Guayaquil, Equador, efervescente.

Uma partida tensa, com o Corinthians jogando com um a menos por boa parte, após expulsão de Jorge Henrique, foi marcada também por diversas defesas de Cássio. Seguro, firme e tranquilo, o goleiro garantiu sua invencibilidade na partida e o empate que encaminharia a classificação às quartas.

Na partida de volta, um sonoro 3 a 0. Veio então as quartas de final contra o Vasco da Gama. Mais duas partidas invictas, sem levar gol. O 1 a 0 no Pacaembu garantiu o Timão às semi-finais. Cássio seguia sem levar um gol sequer.

Semi-finais. O temido Santos. Neymar, Ganso e companhia. Apenas um gol em 180 minutos. Sim, um gol diante do ataque mais poderoso do futebol brasileiro. Cássio e sua defesa, além de classificarem sua equipe às finais, entram também para a história como a melhor defesa já vista em Copa Libertadores. Foram três gols sofridos em doze partidas disputadas. Uma incrível média de 0,25 gols sofridos por partida. Um fato histórico.

Parabéns à Cássio e à nação corintiana! O capítulo final vem aí com prováveis grandes duelos diante do copeiro Boca Juniors. Segura Cássio!

0 visualização0 comentário
logo_bola.png