• Fabio Ritter

Entre o céu e o inferno nas finais dos estaduais

Só assim mesmo para definir as finais eletrizantes que acompanhamos pelos principais campeonatos estaduais do Brasil. Nossos amigos, goleiros, estiveram bem envolvidos nestas disputas vivendo momentos de heroi e de vilão.

O primeiro capítulo dessa novela começa em Santos, onde o final acabou sendo, infelizmente, de vilão para o goleiro Júlio César do Corinthians. Antes disso, aos 42 minutos do primeiro tempo, ele foi o heroi ao salvar uma jogada 1 vs. 1 diante de Neymar. Aguardou muito bem até o final, sem cair antes e fechou a porta para o habilidosíssimo atacante. No entanto, a novela de Júlio terminaria em tragédia com uma falha incrível aos 38 minutos do segundo tempo, no segundo gol santista. Em chute também de Neymar, Júlio não conseguiu encaixar bem a mão na bola e a chuva acabou favorecendo o deslize dela por entre os dedos do goleiro. Realmente uma lástima para Júlio que havia sido o heroi corintiano na semi-final diante do Palmeiras. Feliz de Rafael, excelente goleiro santista, que faturou merecidamente seu primeiro título como titular.


A novela dos estaduais continua em Minas Gerais, onde ambos os goleiros foram bem. O título do Cruzeiro passa pelo goleiro Fábio. Afinal de contas ele salvou um gol em uma jogada 1 vs. 1 aos 28 minutos do segundo tempo, quando um gol do Atlético seria fatal. Fábio esperou o momento certo de dar o bote e mergulhar nos pés do atacante Magno Alves. Renan Ribeiro, do Galo, também fez boas defesas mostrando segurança e tranqulidade em uma final, apesar da baixa idade.


O último capítulo é no Rio Grande do Sul onde a história foi inversa a de Júlio César. Renan, do Internacional, foi de vilão a heroi. Aos 35 minutos do segundo tempo, quando o Inter tinha o resultado que lhe dava o título, 3 a 1, Renan soltou uma bola fácil após escanteio, deixando Borges livre para marcar o 3 a 2 que levou aos pênaltis. Nas cobranças, entretanto, Renan catou 3 dando o título ao colorado e virando o heroi do título. Victor, do Grêmio, que pegou 2 cobranças, também foi bem no jogo fazendo duas grandes defesas.


Parabéns também aos outros goleiros que levantaram o caneco pelo Brasil neste final de semana:

  1. Santa Catarina: Rodolpho (Chapecoense)

  2. Paraná: Édson Bastos (Coritiba)

  3. Goiás: Márcio (Atlético Goianiense)

  4. Ceará: Fernando Henrique (Ceará)

  5. Bahia: Jair (Bahia de Feira)

  6. Pernambuco: Thiago Cardoso (Santa Cruz)

  7. DF: Welder (Brasiliense)

0 visualização0 comentário