top of page
  • Foto do escritorFabio Ritter

Entrevista Exclusiva: Rogério Maia, preparador da Seleção Brasileira Sub-17


O Guarda-Metas.com traz mais uma entrevista exclusiva para o blogoleiro. Desta vez, falamos com o preparador de goleiros da Seleção Brasileira Sub-17, Rogério Maia (à esquerda na foto), que também trabalha no Caxias-RS. Confira abaixo.

Guarda-Metas.com: Conta para nós um pouco da tua experiência como treinador de goleiros. Rogério Maia: Minha experiência como preparador de goleiros começou nos juniores do Sport Club Internacional, em 1996, tendo Fernando Carvalho como diretor de futebol. Depois, em 1997, para aumentar a experiência, a convite do treinador Nilo Neves, fui para Mato Grosso na equipe do Barra do Garcas. Em 1997, ainda retornei ao Internacional onde fomos tetra campeão gaúcho de juvenis. Em 2001, a convite do preparador físico Marcio Correa, fui para a Arabia Saudita, no Al Ettifaq clube. Em 2002 voltei aos juniores e equipe B do Internacional onde fomos campeões gaúcho, bi-campeão da copa Rio, e campeão da copa James Vidal. Em 2004, a convite de Valmir Louruz, retornei para Arábia Saudita no Al Ahli Club. Em 2005 e 2006 fui para a SER Caxias- RS, a convite do treinador Mano Menezes. Em 2007, retornei ao Internacional ao time B e fiz parte do Inter A. Ganhei o titulo da Recopa Sulamericana de 2007, e campeão gaúcho de Juniores, em 2008. Em 2009, retornei ao SER Caxias, onde seguimos o trabalho paralelamente à Seleção Brasileira sub -17 .

GM: Quais foram os goleiros revelados por ti? RM: No Internacional foram revelados mais de 21 goleiros sendo que 10 deles foram para seleção brasileira de base. Na Arábia, em duas passagens foram dois goleiros convocados para a seleção Olímpica e um para seleção principal. No Caxias, foram revelados 4 goleiros. Aí vai a lista dos goleiros:

No Internacional foram revelados:

Fernando Welington ( Sel. Brasileira de base) Joao Gabriel ( sel brasileira de base) Renan Brito Soares ( Sel brasileira base e principal) Fabiano Heves ( sel Brasileira de base) Marcelo Boeck (Sel Brasileira de base) Muriel becker ( sel Brasileira de base) Luiz Carlos Bitencourt ( sel. Brasileira de base) Alisson Becker ( sel brasileira de base) Agenor Detofol ( sel Brasileira de base) Anderson ( sel Brasileira de base)

Outros que se profissionalizaram:

Eduardo Gottardi, formado no Inter atualmente esta no Uniao Leiria – Portugual Bruno Grassi, formado no Internacional retornou do maritimo de Portugual Paulo Sergio, formado no Inter atualmente no Joinvilhe -SC William Lago, formado no inter atualmente no Icasa Luiz Paulo, formado no inter futebol paranaense Diogo Poerschke, formado no inter ex Avai Rafael Altieri, formado no Inter esta no Sao luiz de Ijui-Rs Matheus Cavichioli, atualmente no Ser caxias- rs Luiz Muller, formado no Inter atualemente no Veranopolis -Rs Nicolas Andrei, formado no Inter atualmente no Novo hamburgo -RS Ismael dos Reis, formado No caxias esta no futebo gaucho Ricardo Teixeira, formado no caxias atualmente Caxias Giovani Neitzke, formado no caxias atualmente no Porto alegre- RS Sidvan, formado no caxias atualmente no Caxias-Rs

Na Arábia – seleção olímpica Dafer, pelo Al Ettifaq Yasser, pelo Al ahli

Na Arábia – seleção principal Mansur, Seleção principal eliminatórias da copa de 2006

No Caxias:

Ricardo, eleito melhor goleiro do Gauchão de 2006 Muriel, destaque da serie C de 2009 Sidvan, seleção Gauchão de juvenis 2009, já fazendo parte dos profissionais.

GM: Sobre a formação de goleiros, o que tu acha indispensável em cada etapa do desenvolvimento: infância, juventude e maturidade? RM: O primeiro aspecto importante a ser seguido é respeitar a individualidade de cada um, analisar o perfil, ter bons critérios de avaliação, e respeitar as fases de treinamento. Os resultados vão chegar no momento que você organizar bem os objetivos a serem alcançados na plenitude da sua formação.

GM: Um tema polêmico sobre goleiros é a questão da altura. Qual tua opinião sobre isso. RM: Nos dias atuais a altura é um fator importante a ser observado, mas não significa que o mais alto vai ser o melhor. É fundamental avaliar se o goleiro responde com potencial desejável às ações que ocorrem no treinamento e no jogo.

GM: O que tu vês como grande requisito técnico para o goleiro do futuro? RM: O goleiro atual além de técnico precisa ser arrojado e ter uma grande leitura tática, saber jogar com os pés, sair bem do gol, manter sempre um bom posicionamento, ter equilíbrio nas ações por mais difíceis que pareçam ser, alem de sempre cuidar da sua preparação física, mas é fundamental lembrar que o fator físico , mental, e técnico sempre andam juntos para um rendimento de excelência.

GM: Para finalizar, quem é o melhor goleiro do Brasil na atualidade? RM: O Brasil está muito bem servido de goleiros. Tanto os atletas que estão jogando no Brasil, quanto os atletas que estão jogando no exterior. Isto deve-se à grande procura de informações que vem ocorrendo nos últimos anos pelos profissionais da área. Acredito que se afirmar quem está melhor no Brasil poderei fazer alguma injustiça muito grande. Prefiro dizer que nossa escola esta muito bem representada..

2 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page