• Fabio Ritter

Fórmula do pênalti perfeito


O Portal Terra divulgou um estudo realizado pela Universidade John Moore, de Liverpool, acerca da cobrança de pênalti perfeita. Tecnicamente difícil de ser realizada, ela deve ser no alto, a 50 cm do travessão e a 1 m das traves, e a cerca de 105 km/h.

Dessa forma, o estudo entende que a cobrança torna-se indefensável. Na prática, é sempre muito difícil tamanha precisão. Muitas vezes por tentar colocar a bola alta, os cobradores exageram na dose e acabam acertando o travessão ou colocando pra fora.

Como tais chutes são realmente difíceis de serem defendidos, acho melhor os goleiros focarem suas atenções nas cobranças defensáveis, ou seja, aquelas à meia altura ou mais baixas. Vale lembrar, que nas cobranças de pênaltis o nervosismo influencia muito, ou seja, sempre irá haver um batedor nervoso que irá bater de qualquer modo. Foco nesses.

Veja a reportagem em: http://esportes.terra.com.br/interna/0,,OI3657861-EI1832,00-Cientistas+descobrem+formula+do+penalti+perfeito.html

0 visualização0 comentário