• Fabio Ritter

Futsal: Usar ou não usar luvas


Constantemente me perguntam qual é a luva ideal para um goleiro de futsal. Minha resposta é sempre a mesma: a sua.

Eu sempre tive um dilema com relação às luvas. Eu comecei com meus oito anos com as luvas de dedos cortados. Depois, passei a jogar sem e, mais tarde, alternava entre jogar sem ou com elas. Nos últimos anos joguei sem luvas, mas no meio desse ano, joguei os Jogos da Juventude do Paraná com luvas de dedos cortados e me senti muito bem. Até que levei uma bolada e tive uma lesão séria no dedo médio da mão direita. Passei a jogar com luvas “de campo”, pois com elas eu não sentia nenhum incomodo. E pelo jeito não vou trocar mais.

As luvas de campo dão sem dúvida mais segurança contra lesões e na própria pegada do goleiro, mas muitos não usam, pois não conseguem se adaptar a elas nas reposições de bola. Talvez por ter jogado futebol durante um bom tempo, eu tenha me adaptado mais facilmente, pra quem não teve essa rapidez, sugiro paciência e muito treinamento. Aproveitem essas férias e o início de temporada para treinar, já que geralmente não temos jogos importantes. Mas repito, essa é minha opinião, você deve optar sempre pela maneira como se sinta bem.

Com relação aos modelos, usei três de diferentes marcas durante esse ano: Penalty Sniper e Poker Grasp para os treinamentos, e a Nike Mercurial Grip 3 para jogos. Das três, a Sniper foi a que agradou menos, pois ela fica larga, o que não recomendo. A Grasp e a Mercurial são foras de série e recomendadíssimas, tanto em conforto e segurança quanto durabilidade. O ideal para goleiros de futsal que usam esse tipo de luva é optar pelos modelos mais justos possíveis, ambas as luvas que citei são bons exemplos. Luvas com corte negativo e palma duo são ótimas pedidas, a primeira traz mais contato com a bola, e a segunda impede que a luva deslize em sua mão. Busque opiniões sobre as luvas e nas lojas experimente diversos modelos. Escolha sempre pelo seu conforto, não tem erro.

Anderson Savian – Ciagym Futsal Maringá.

6 visualizações0 comentário