• Fabio Ritter

Goleiros da história: Sansão?

*por Fabio Fernandes


Borislav Biserov Mihaylov, ou simplesmente Mihailov foi um goleiro Búlgaro nascido na cidade de Sófia no dia 12 de fevereiro de 1963.

Começou a jogar futebol pelo time da capital Levski Sófia em 1981, clube que defendeu até 1989, tendo conquistado neste período três Campeonatos Nacionais e três Taças da Bulgária.

Suas atuações chamaram a atenção dos portugueses do Belenenses que o contrataram em seguida. Dois anos mais tarde Mihailov foi jogar na França, no Mulhouse.

Em 94 voltou para a Bulgária para defender as cores do Botev Plovidv, e no ano seguinte, foi para o Reading da Inglaterra, mas uma série de lesões minaram o seu sucesso na terra da Rainha.


Aos 34 anos Mihailov retornou ao seu país para o Slavia Sófia.

No final de sua carreira foi para o Zurique da Suiça onde ficou até sua despedida dos gramados em 1999.

Possui 102 partidas com a camisa da Bulgária. Jogou a Euro de 96 e mais três Copas do Mundo. 86, 94 e 98.

E foi no Mundial dos EUA que ganhou notoriedade. Como capitão de sua equipe, ajudou a seleção a chegar a semifinal desbancando a fortíssima Alemanha nas quartas.

Seu pai, Biser, também foi jogador e atuou pela seleção, tendo começado no Levski Sófia.

Seu filho, Nikolay também é goleiro e também começou no Levski Sófia. Joga na seleção búlgara e atualmente pertence ao Liverpool, mas está emprestado para o Twente da Holanda.

Com 1,86m de altura Mihailov era um goleiro muito técnico. Sua tranquilidade e liderança contribuíram para que ele fosse capitão da seleção búlgara em 60 oportunidades.


Sempre elegante e sereno, também era (e ainda é) vaidoso.

Mihailov é calvo, mas jogou a Copa de 94 com uma peruca. Sua competência parecia estar atrelada aos cabelos, igual ao personagem bíblico Sansão. Diziam que quando estava sem a peruca ele perdia os reflexos.

Atualmente Mihailov é presidente da União de Futebol da Bulgária e faz parte do comitê executivo da UEFA.

1 visualização0 comentário