• Fabio Ritter

Guia da Copa do Mundo 2010 – Análise

Seguindo o mesmo modelo aplicado nos goleiros do Campeonato Brasileiro da Série A, o Guarda-Metas.com traz uma exclusiva análise dos goleiros da Copa do Mundo da África 2010. O dado que chama mais a atenção é a maior presença de goleiros baixinhos no Mundial. Destaque para o mexicano Oscar Perez de 1.74m. Dessa maneira, a média geral foi de 1,87m, 2 centímetros abaixo em comparação ao do Brasileirão.

No entanto, com relação a idade, como o Mundial é a maior competição de futebol do mundo, se esperava que a média de idade fosse realmente maior. Goleiros para estarem apto a disputar a Copa do Mundo precisam estar no auge da carreira. Da mesma forma, um certo grau de experiência também é vital. Assim, a média global ficou em 29,02 anos.

A seleção Brasileira contrariando a tendência dos países latinos, não para de crescer. Literalmente. Em comparação ao passado o Brasil conta com goleiros bem altos. Apenas Júlio César (1,86m) está abaixo da média do mundial. Mas ele provou que altura no caso dele não importa. A média da seleção ficou em 1,90m. É a 10ª maior do Mundial. Com relação à idade, o Brasil tem a 11ª maior média, 30,2.

Por fim, o GM traz a análise da origem dos clubes onde os goleiros atuam. Foi constatado que 40 goleiros (42%) atuam no exterior, equanto 55 (58%) atuam no seu país de origem.

Confira as tabelas e gráficos com todas as análises exclusivas do Guarda-Metas.com.








0 visualização0 comentário