• Fabio Ritter

Hoje é o nosso dia


Hoje é aniversário de Manga, goleiro legenda que fez história no Inter e no Botafogo. Por causa disso hoje também é o nosso dia, o dia do goleiro. Essa homenagem a apenas um dos nomes que fizeram história na posição no Brasil poderia também ter sido feita a Gilmar, Félix, Barbosa, Taffarel, Leão, só para citar alguns dos craques da nossa posição.

Ser goleiro não é tarefa para qualquer indivíduo. Ser goleiro significa assumir a maior responsabilidade em campo, a de nunca poder falhar e a de impedir o objetivo maior do futebol que é o gol. É visível a personalidade diferenciada que os habitantes dessa posição possuem. Geralmente, são os mais esclarecidos do time, os que mais treinam e os que duram mais na carreira. Vestem camisetas diferentes. Quase nunca são lembrados para o prêmio de melhor do mundo. Tudo é diferente nessa posição.

Hoje o futebol brasileiro vive um momento de consolidação de seus nomes em nível mundial. A escola brasileira de goleiros desenvolve-se a cada temporada que passa e mostra-se como uma excelente formadora de atletas. Assim, o mercado nacional de goleiros passa a se desenvolver de forma mais contundente e hoje pode-se treinar em escolas específicas para goleiros. Muita coisa ainda pode ser feita pela posição no nosso país, mas o importante é reconhecer o que já alcançamos. Que assim continue para lançarmos em breve novos Mangas, Taffaréis, Didas, Júlios César, Zettis.

Ser praticante dessa posição representa um sentimento muito forte de paixão pelo que se faz. Também é uma identificação com qualidades necessárias como a concentração, dedicação, calma e capacidade de reverter adversidades. Isso é ser goleiro. A todos que são da posição certamente essas qualidades parecem se adequar ao seu perfil. Àqueles que se identificam com esses itens, fica o convite para começar uma carreira no gol. A todos os que admiram, nada mais a fazer do que bater palmas para o nosso dia.

0 visualização0 comentário