• Fabio Ritter

Júlio César, o campeão do mundo

Todos nós brasileiros gostaríamos que esse título datasse de 11 de julho de 2010, data da final da Copa do Mundo da África para quem não lembra. No entanto, não foi daquela vez que o nosso grande goleiro Júlio César conquistaria o mundo. No entanto, Júlio receberia este prêmio cinco meses mais tarde.

Sem vestir a amarelinha (ou a verdinha/pretinha no caso dos goleiros) Júlio César entrou em campo com a sua Internazionale de Milão para conquistar o Mundial de Clubes diante da surpresa Mazembe, da República do Congo. Mostrando a tradicional segurança e boa colocação, Júlio fez algumas defesas importantes quando a equipe africana ameaçou seu gol.

Vale lembrar que o goleiro voltava de um longo período de lesão muscular. Essa volta ocorreu justamente nas partidas decisivas do mundial de clubes. Mesmo assim, Júlio não teve problemas para retomar o ritmo de jogo e mostrou porque ele continua sendo o número 1 do Brasil, se não do mundo.

Resta agora saber se ele também voltará a vestir a número 1 da nossa seleção. Esse bom problema fica para o técnico Mano Menezes que, como poucos de seus antecessores, conta com uma vasta gama de goleiros de ponta aptos a vestir essa camisa.


0 visualização0 comentário