• Fabio Ritter

Magrão milagreiro


Que Magrão é um goleiro extremamente seguro e regular a gente já sabia. Mas que ele era milagreiro, isso só ficou comprovado ontem, na partida diante do Palmeiras, pela Copa Santander Libertadores.

É bem verdade que os dois milagres operados pelo goleiro foram em jogadas que já haviam sido paralisada pelo árbitro da partida por impedimento. Mas isso não apaga as brilhantes defesas de reflexo que o goleiro fez.

Na primeira delas, Magrão deu rebote em uma cobrança de falta e na sequência da jogada defendeu uma bomba a queima roupa que foi a meia altura, logo acima de sua cabeça. Mostrou muito agilidade ao defender a cobrança de falta, fazer o giro, levantar-se, e defender parcialmente o chute frontal, mostrando muito reflexo.

Na segunda defesa, Magrão defendeu um chute também frontal e mostrou bom posicionamento, esperou a hora certa de dar o bote na bola e espalmou com uma boa impulsão lateral.

Taí um bom exemplo de um goleiro seguro e que dificilmente falha. Magrão.

0 visualização0 comentário