• Fabio Ritter

O Brasileirão voltou – Defesa da Semana 11

Quem acompanha a Defesa da Semana ao longo dos últimos anos pode comprovar o nível de qualidade dos campeonatos estaduais com o Brasileirão. A diferença é sempre absurda. É começar o certame nacional e a minha tarefa de selecionar as quatro melhores defesas se torna algo muito complicado. Isto porque, diferentemente dos estaduais, as opções são muitas.

Pois neste último final de semana, tivemos o início de mais um Brasileirão. Um campeonato com nomes novos na posição, como Tiago Volpi, do Figueirense, um goleiro que acompanho desde os tempos de São José de Porto Alegre, em 2011. Atleta de grande potencial, com técnica apurado e grande personalidade. De Santa Catarina também vem o novato em Série A Danilo, do Chapecoense. Bruno Brígido, do Criciúma, é outro novo nome vindo do mesmo estado, com um futuro pela frente.

Mas na edição 11 da Defesa da Semana, as jogadas indicadas vieram de nomes já conhecidos da goleirada brasileira. Iniciamos em Criciúma, onde Fernando Prass, do Palmeiras, fez grande partida, garantindo a vitória de seu time por 2 a 1 contra o time local. Na defesa selecionada, Prass faz uma bela passada lateral cruzada e salta com grande impulsão para afastar o perigo. Repare que ele até salta com a perna errada, a direita, pela velocidade da jogada. No entanto, a passada cruzada o faz chegar muito inteiro e com impulsão na bola.

A segunda defesa é do veterano Rogério Ceni, do São Paulo. Após um cruzamento da sua direita, na partida diante do Botafogo, o goleiro desloca-se com agilidade do lado oposto e abafa o adversário em uma jogada 1 vs. 1 atacando o chute.

Falando em jogada 1 vs. 1, Victor, do Atlético Mineiro mostrou que essa é uma das suas especialidades, no confronto contra o Corinthians. Depois da bola quicar na sua frente, o goleiro mostrou grande reação e cresceu na frente de seu adversário.

Por fim, a quarta defesa é do bom goleiro Renan, do Goiás. O atleta fez grande partida no empate em zero diante do Flamengo, em Brasília. Na defesa indicada, ele sai com muita coragem em um cruzamento no solo. Renan abre os braços e cresce fechando o ângulo do atacante e afastando o perigo.

Grandes jogadas de um grande campeonato que vem por aí. Escolha a sua melhor defesa votando no menuiao lado.


0 visualização0 comentário