top of page
  • Fabio Ritter

Os pênaltis que consagram


A reta final dos campeonatos estaduais traz consigo as vibrantes disputas de pênaltis. Elas consagram os goleiros e acabam com os atacantes. É o nosso clímax em uma partida.

No sábado, na partida entre Santos e Palmeiras, na Vila Belmiro, o goleiro alvi-negro Rafael Cabral foi o grande herói defendendo duas cobranças.


Na primeira delas, o goleiro consegue salvar com os pés a cobrança de segurança do atacante Kléber, que apenas empurrou a bola no centro do gol. Na segunda, uma baita defesa de Rafael, que voa no lado direito para tirara com a ponta dos dedos o chute cruzado de Leandro.

Nessas horas, o nervosismo fica muito mais do lado do atacante, com a obrigação de converter. Do outro, nós goleiros apenas tentamos evitar o inevitável, que é sofrer um gol a 11 metros de distância. Quando conseguimos essa façanha, temos a grata recompensa de virarmos herois.

0 visualização0 comentário
bottom of page