top of page
  • Fabio Ritter

Personalidade do jovem Gabriel

O goleiro da seleção brasileiro sub-20, Gabriel, brilhou na partida de ontem diante da Espanha, válida pelas quartas de final do mundial. O goleiro do Cruzeiro pegou dois pênaltis que ajudaram o Brasil a vencer a disputa por 4 a 2, após empatar o jogo por 1 a 1, mesmo escore da prorrogação.

O que mais me chamou a atenção, no entanto, não foram apenas os dois pênaltis salvos, mas sim a personalidade do nosso goleiro. Gabriel foi quem conduziu a roda de jogadores antes da disputa por penalidades. Gritou e motivou seus colegas, mostrando assim não apenas liderança como também confiança para a disputa.

Ambas qualidades são primordiais para um goleiro de sucesso. Como sempre falo aqui no GM, não basta apenas ser técnico e ter bom porte físico. Goleiro tem de ter personalidade, ser tranquilo e seguro.

Gabriel, com apenas 18 anos, mostrou que essa qualidade, apesar de poder ser trabalhada ao longo dos anos, é nata da pessoa. Certamente, isso foi fundamental para o goleiro sair vitorioso neste duelo contra os espanhois.

Vale a dica para os blogoleiros quando estiverem nessa situação. Muita segurança, liderança, cabeça erguida, e, principalmente, confiança. Dessa forma, o batedor já irá tremendo para a cobrança com medo do goleiro.


0 visualização0 comentário
bottom of page