top of page
  • Foto do escritorFabio Ritter

Santos e o dilema com Fábio Costa


R$ 280 mil mensais, vaga exclusiva de estacionamento, quarto privativo na concentração, e principalmente voz ativa no relacionamento com os profissionais envolvidos no seu trabalho. Assim resume-se Fábio Costa e sua relação de trabalho com o Santos FC. O recém eleito presidente, Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro, pretende repensar estas regalias, fora as outras possivelmente não publicadas pela mídia.

Comentei aqui com frequência da capacidade do novato Felipe e seu grande trabalho desempenhado no clube neste Brasileirão. A situação confortável de Fábio Costa impede o goleiro de tentar crescer, de querer se doar. Me parece que ele se encontra acomodado no clube já que pode tudo, ao que parece. Um dos grandes problemas levantado pela mídia foi o fato do goleiro mandar e desmandar nos treinamentos.

Por isso, penso que o clube deve apostar em Felipe e deixar ele mostrar seu potencial. Grandes goleiros surgem nestas oportunidades. O goleiro mostrou ter muita técnica, segurança e personalidade ao passar por cima dos erros e brilhar em jogos importantes.

Fábio Costa precisa jogar muito mais do que vinha jogando para justificar toda essa quantidade de regalias. Felipe pede passagem.

0 visualização0 comentário
bottom of page