top of page
  • Foto do escritorFabio Ritter

Sentiu a pressão

Vestir a camisa 1 do Barcelona não é para qualquer um. Lembro do goleiro turco, Rüştü Reçber, que foi destaque na Copa de 2002. Quando foi para o Barcelona não correspondeu. Voltando um pouco mais no tempo, lembro de Vitor Baia, goleiro português, destaque do Porto. Também foi mal no Barcelona e não ficou na equipe catalã.

Após anos de Victor Valdes, o Barça decidiu apostar no novato alemão Ter Stegen e no experiente chileno Claudio Bravo. Ontem o chileno teve na sua estreia, no amistoso diante do Napoli, uma falha incrível. Depois de um chute forte e com efeito de longa distância, Bravo foi mole para a bola e ela acabou passando por entre seus dedos. Veja abaixo.


Um erro básico que mostra um pouco da pressão que é vestir esta camisa. Bravo é um bom goleiro e mostrou isso na Copa. Não acho, no entanto, que seja goleiro para Barcelona. Acho que o clube esta preparando Ter Stegen e deixando Bravo mais como um para-choques, justamente para passar essa transição de Victor Valdes.

Esse início vai ser bem duro. Se fosse Stegen no gol talvez se poderia perder um grande jovem goleiro, queimando-se a largada. Agora, se Bravo continuar assim, com erros como esse, não vai ter quem o segure.

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page