• Fabio Ritter

Vencedor do IGM também leva o Brasileirão

Coincidência? O batido ditado de que um bom time começa com um grande goleiro foi mais uma vez provado na tarde deste domingo, 6 de dezembro, quando o Flamengo bateu o Grêmio por 2 a 1 e se sagrou campeão do Brasil. No gol do time carioca estava o goleiro Bruno que também foi o menos vazado da competição de acordo com o pioneríssimo Índice Guarda-Metas.

O IGM mostrou, através de cálculo exclusivo, quem era o goleiro menos batido da competição. Mostrou rodada após rodada a evolução dos goleiros na competição, culminando com a última rodada ontem. Bruno faturou o IGM, com 1,22 gols sofridos, e foi também o goleiro mais invicto da competição, com 15 partidas sem levar gol.

A segunda coincidência, ou não, foi que o segundo posto da competição, ocupado pelo Internacional, também foi ocupado pelo goleiro do time no IGM. Lauro ficou apenas a casas decimais de Bruno (1,220 para Bruno e 1,222 para Lauro) e se tivesse completado o jogo em que deu lugar a Michel Alves, contra o Cruzeiro, o goleiro venceria a competição.

O título do Flamengo dá mais um reforço na importância que os goleiros tem nos seus times. Afinal, para aqueles que preferem equipes que fazem bastante gols, o time que mais marcou na competição foi o Grêmio, com 67 gols, e ficou apenas na 8ª posição. Já o Flamengo, além de ter o goleiro menos vazado pelo IGM, teve a segunda melhor defesa da competição. Ou seja, sofrer menos gols é mais importante que marcar mais. Ao menos é isso o que os números nos dizem.

As posições finais do IGM podem ser vistas na tabela abaixo, que incluiu pela primeira vez aqueles goleiros que só fizeram uma partida e saíram invictos. Claros, o IGM destes não foi considerado, conforme as regras previamente apresentadas.

Conforme dito acima, a relação da posição dos clubes na competição tem alta correlação com a posição dos goleiros no ranking final do IGM. Com a exceção do São Paulo, que trocou muito de goleiro ao longo da competição, os times primeiros colocados apresentam goleiros nas primeiras posições do IGM.

Veja a relação completa abaixo:


Para finalizar, tenho a certeza de que este Brasileirão confirmou o grande momento que a escola brasileira vive em termos de nomes para a posição. Vejo diversos nomes com possibilidade de integrar a equipe nacional sem deixar a desejar em termos de qualidade. Novos nomes também surgiram, com destaque ao goleiro Felipe, do Santos, para mim a grande revelação do campeonato. Foram cinqüenta atletas que entraram em campo e representaram bem toda a nação dos goleiros. Que a temporada de 2010 seja melhor ainda, com Júlio César, Gomes, Victor e Doni (acho que fica entre esses 4) mostrando ao mundo que realmente temos uma escola de ponta. E parabéns ao Mengão!

0 visualização0 comentário