• Fabio Ritter

Victor é bi!


Talvez o campeonato que Victor fez esse ano não tenha sido tão bom quanto o do ano passado devido a performance de seu time. Mesmo assim, ele mostrou que é o melhor da posição no país. Acho que o prêmio fica em boas mãos para um goleiro extremamente seguro, tranquilo e com muita presença no gol.

Achei que a lista poderia incluir Fábio, do Cruzeiro, pelo grande campeonato que fez. Apesar disso, Marcos e Bruno, principalmente na fase final, também foram importantes para seus times. Ambos vivem momentos distintos na carreira, com o primeiro chegando ao final, e Bruno estando no auge.

Como falei ontem, o momento vivido pelo mercado brasileiro é único. Todos os três listados na premiação de ontem poderiam vestir a camiseta da seleção brasileira. Além disso, outros nomes que ficaram fora da lista também poderiam estar com a amarelinha.

Tudo isso fruto de um trabalho de preparação de goleiros iniciado nos anos 80 em larga escala nos clubes e ainda em difusão pelos campos do país. O dia que tivermos uma escola de goleiros em cada canto do Brasil, sabe-se lá onde vamos chegar. Teremos finalmente o reconhecimento no mercado europeu? Dominaremos a Champions League? Quem sabe? Trabalharemos para isso.

0 visualização0 comentário