• Fabio Ritter

A barreira de Fabio Costa e a muralha Júlio César

Esta quinta-feira foi noite de conferir bons goleiros em ação. Destaco as atuações de Fábio Costa e Júlio César. O primeiro em partida contra o Caracas, pela Libertadores, e o segundo em partida contra o Atlético Mineiro, pela Copa do Brasil.

Na partida de Fábio Costa, a primeira análise, e talvez a mais importante, a ser feita é relativa ao primeiro gol sofrido. Este surgiu em uma cobrança de falta de longa distância, cobrada forte no seu canto esquerdo, aquele supostamente coberto pela barreira. Desta jogada tirou-se em primeiro lugar que a barreira estava mal posta, pois a bola entrou rente a trave que estava coberta pela barreira sendo que a bola nao subiu mais que um metro do chão!! Sim, barreira mal posta. Além de apenas dois atletas, esta estava muito para a esquerda do gol, o que acabou desprotegendo a meta e deixando Fábio Costa na mão. Não acho que falhou na tentativa de defesa, pois o chute foi muito forte, mas sim falhou na armaçao da barreira. Na seqüência do jogo, Fábio se redimiu fazendo boas defesas rasteiras e também em uma importante cobrança de falta ainda no primeiro tempo, espalmada para escanteio. Não teve falha no segundo gol do Caracas. Nota 6.

Júlio César é talvez a revelação do ano na posição. Jovem goleiro de 20 anos do Botafogo está apresentando grande qualidade técnica, com muita agilidade, firmeza e coragem nas saídas de gol. Na partida de ontem contra o Atlético, fez diversas defesas importantes para seu time. A mais importante aos 48 do segundo tempo após bloquear cruzamento da esquerda em uma saída corajosa de soco. A bola sobrou na área e após grande confusão na área do Fogão ele saiu da pequena área para fechar o ângulo do atacante e bloqueou o chute, em uma saída típica de futsal. Júlio também fez uma difícil defesa quando o atacante tentou encobri-lo chutando a bola no ângulo esquerdo. Júlio em uma bela ponte agarrou firme mostrando grande elasticidade. Não teve nenhuma culpa no gol do Atlético e ainda foi um dos responsáveis pela vitória do seu clube. Grande opção para as Olímpiadas 2008. Olho nele Dunga. Nota 9.

0 visualização0 comentário
logo_bola.png