• Fabio Ritter

A Regra da Reposição de Bola

Desde pequeno quando começamos a jogar futebol, pouco chegamos a estudar sobre as regras do esporte que estamos praticando. Confesso que este é um tema que raramente coloco em discussão aqui no Guarda-Metas.com. Vendo ontem um gol no Campeonato Inglês, resolvi comentar sobre o assunto.

Na partida entre Chelsea e Cardiff City, o atacante Samuel Eto’o, do time londrino, roubou a bola do goleiro Marshall enquanto este a quicava antes de repor em jogo. Veja no link abaixo:

http://www.foxsports.com.br/videos/54995011918-hazard-oscar-e-eto%E2%80%99o-marcam-na-goleada-de-4-a-1-do-chelsea-sobre-o-cardiff

Pois bem, resolvi pesquisa sobre o tema e vi que o mesmo já havia sido discutido no blog do ex-árbitro Leonardo Gaciba. Naquela ocasião, ele comentava sobre um lance ocorrido na Copa do Brasil de 2012 em um gol do Criciúma.


Gaciba afirma que a regra é muito clara neste tipo de jogada:

Infrações cometidas pelos goleiros: O goleiro não poderá manter a posse de bola na sua mão por mais de seis segundos. O goleiro estará de posse da bola:

  1. Enquanto a bola estiver em suas mãos ou entre sua mão e qualquer superfície (por exemplo: o solo, seu próprio corpo);

  2. Enquanto segurar a bola em sua mão aberta estendida;

  3. Enquanto bater a bola no solo ou lançá-la no ar.

Quando o goleiro controlar a bola com as mãos nenhum adversário poderá disputar abola com ele.

  1. O ato de impedir um goleiro solte a bola com as mãos constitui uma infração.

A regra também pode ser vista no texto original das regras da FIFA na página 120 quando discorre sobre a regra 12 (Faltas e Conduta Anti-desportiva).

Ou seja, claramente o gol do Chelsea foi ilegal. Isto porque é considerado posse de bola do goleiro o ato de quicá-la no solo antes de repor em jogo. Aqui nenhum adversário pode disputar a bola com o goleiro.

De qualquer forma, é sempre importante evitarmos esse tipo de contato. Uma dica que ajuda é antes de repor a bola avisa ao árbitro que um adversário está tentando praticar essa infração. Assim o árbitro já fica atento para marcar esta infração.

0 visualização0 comentário