• Fabio Ritter

Ainda sobre a lesão de Viafara


Segundo o jornal apurou, a lesão de Viafara foi uma luxação na articulação interfalangiana do segundo quirodáctilo esquerdo. O goleiro deve parar cerca de 15 dias até voltar aos gramados.

A matéria conta com as palavras dos ex-goleiros Émerson Ferreti e Ronaldo Passos. Segundo eles, goleiro que não tem dedo torto é frangueiro.

Discordo um pouco dos amigos, pois penso que toda lesão deve ser tratada para não deixar sequelas. Respondi inclusive a um blogoleiro que cometeu ter voltado antes do tempo, após uma fratura no dedo. Não adianta, antes vale parar por 2 ou 3 semanas para curar uma fratura do que ter de conviver com a lesão pro resto da vida. Em nível amador, então, isso é inadmissível, pois não se precisa jogar para viver. Mesmo assim, para os goleiros profisionais sugiro curar a lesão. Foi-se o tempo que não se podia cuidar das próprias mãos, as nossas ferramentas de trabalho, vide Manga, com seus 10 dedos tortos.

Algumas técnicas para proteção de dedos, conforme falei, são as luva fingersave. Para não falar mais sobre elas, já que o tema foi bastante discutido, sugere-se também a utlilização de esparadrapo nos dedos lesionados. Conforme já falei anteriormente, dedos saudáveis não devem levar proteção, segundo fisioterapeutas, pois deixariam de fortalecer a msuculatura e articulações da região. Portanto, fitinha nos dedos só em caso de lesão.

0 visualização0 comentário
logo_bola.png