• Fabio Ritter

Diego Alves pode ir para o Barça

Segundo informou o portal Sport.es, da Espanha, o Barcelona estaria interessado no goleiro brasileiro Diego Alves, atualmente no Valência. O ex-jogador do Atlético Mineiro vem fazendo grandes temporadas no futebol espanhol, desde sua chegada em 2006 quando foi para o modesto Almeria.


Segundo informou a notícia, um dos atributos do goleiro que mais chamou a atenção dos olheiros do Barça foi o jogo com os pés. Vejam só, essa técnica que é ainda é pouco trabalhada no Brasil pode fazer a diferença na hora da escolha de um atleta no mercado europeu.

Certamente, pesou o fato de Diego jogar há 7 temporadas na liga local, conhecendo assim o estilo de jogo, os campos e os adversários. Essa adaptação prévia faz o goleiro sair em vantagem com relação a outros que ali nunca jogaram.

Sobre essa questão dos jogos com os pés, ressalto a necessidade dos nossos treinadores terem uma visão mais global da técnica de goleiro. Vejo aqui constantemente comentários do tipo: “somos a melhor escola de goleiros do mundo”, “nossos treinadores são os melhores”… e outras do tipo.

No entanto, porquê o maior mercado do mundo que é o europeu ainda segue em busca apenas de atacantes e meias brasileiros? Por que ainda vendemos tão poucos goleiros para lá? Será que realmente somos a melhor escola? Acho que não.

Prova é a falta de um número 1 absoluto na seleção nacional. Temos poucos goleiros que são unanimidades. Ainda nos baseamos em Rogério Ceni, Júlio César, Fabio, entre outros, que já estão há muitos anos no mercado. A renovação ainda é lenta com Rafael Cabral, Cássio, etc.

Por isso, cutuco aqui todos os meus amigos preparadores a buscar um maior aperfeiçoamento técnico. Hoje é possível ir a Alemanha, Espanha, Itália, grandes berços de goleiros históricos, para fazer cursos e campus de formação de goleiros. Eu já fiz pessoalmente e posso garantir que é um grande aprendizado que jamais teríamos ficando apenas aqui no país. Aprendemos técnicas diferentes e não necessariamente precisamos aderir a elas. Mas somente o fato de conhecer-las nos torna mais completo.

Vale a pena sair do nosso mundo e ver o que está sendo praticado lá fora!

0 visualização0 comentário
logo_bola.png