• Fabio Ritter

Goleirão na Série B


Clubismos a parte, o Brasileirão perdeu ontem um grande goleiro para a a Série A em 2014. Isto porque o craque Diego Cavalieri acabou caindo para a segunda divisão junto com seu Fluminense. Além do prejuízo no clube, a queda pode significar menores chances na seleção brasileira, o que poderia deixar Diego de fora da Copa de 2014.

Não acredito que Cavalieri saia do Fluminense. Afinal, foi lá que ele deslanchou na carreira e conseguiu chegar à própria seleção. Por isso, aposto que ele fique em 2014 no clube, mesmo correndo esse risco de comprometer sua ida à Copa.

Em 2002, o recém pentacampeão Marcos viveu situação parecida com o Palmeiras. Vindo de um título mundial com o Brasil, o goleiro acabou caindo para a segunda divisão. Apesar de ter propostas de clubes do exterior, resolveu ficar no clube e ajudar a levá-lo de volta à Série A. Certamente esse ato foi mais um capítulo que ajudou a eternizar o goleiro na história do clube.

No caso de Cavalieri, quem perde é o país como um todo, pois teremos um grande goleiro disputando a Série B e não tendo a melhor preparação para a Copa. Mesmo confiando no potencial do goleiro, acho que esse fato da queda certamente pesará na decisão de Felipão sobre o terceiro goleiro da Copa, já que Júlio César e Jefferson parecem escolhidos. Assim, hoje eu apostaria que a queda do Flu poderá custar a vaga de Cavalieri na seleção e Victor, do Atlético, deverá ser o escolhido.

0 visualização0 comentário