• Fabio Ritter

Rafael: o meu goleiro para a seleção olímpica

Desde o campeonato brasileiro de 2010 venho batendo nesta tecla. O goleiro Rafael, do Santos, com apenas 21 anos, é um baita goleiro que temos no mercado nacional que deveria ser chamado por Mano Menezes para a seleção brasileira olímpica.

Rafael mostrou na partida de ontem, diante do América, no México, pela Copa Santander Libertadores, que está maduro. Suportou a pressão da torcida e da altitude e foi disparado o melhor em campo. O site globoesporte.com fez uma compilação com as melhores defesas do goleiro, que garantiram sua invencibilidade na partida e a classificação do Santos. Confira abaixo.


Apesar de alguns chutes terem ido no raio de ação do goleiro, vale ressaltar a velocidade da bola, aguçada pela altitude. Destaco duas intervenções. A primeira, aos 25 minutos do segundo tempo, após cabeçada no alto. Repare que a bola faz a parábola e cai quase que nas costas do goleiro. Rafael se estica bem e manda para escanteio. Baita impulsão e elasticidade.

A segunda defesa que destaco foi aos 32 minutos, em um chute banana no canto direito do goleiro. Rafael deslocou-se com perfeição, esperando o tempo certo de voar na bola. Conseguiu chegar muito bem com a mão de canto, inteiro para a bola. Foi uma defesa excelente em tudo: tempo de bola, deslocamento, elasticidade e impulsão.

Foi um grande teste para um goleiro que além de ter o peso de vestir a número 1 de um grande time do Brasil, teve de suportar também a pressão que é jogar a Copa Santander Libertadores. Se Mano Menezes, o técnico da seleção brasileira, viu o jogo certamente deve estar considerando levar Rafael para as próximas convocações do time olímpico. Acho que é um goleiro muito mais pronto e preparado que outros nomes escolhidos pelo Mano para a mesma seleção. Confira a ficha técnica do goleiro abaixo:


0 visualização0 comentário