• Fabio Ritter

A Copa do Flam…..de Weverton

Ok, o título da Copa Perdigão do Brasil 2013 foi merecidíssmo do Flamengo. O time carioca foi o melhor da competição e isso não se discute. No entanto, no que toca o nosso lado, o da camisa 1, o destaque foi Weverton, goleiro do Atlético Paranaense. Seu time jogou desde a primeira fase da competição e foi acumulando vitórias e classificações até ser batido pelo Mengo na final. A participação do goleiro foi fundamental para a conquista, porque não, do segundo lugar na copa.

Já ressaltei aqui em posts anteriores que Weverton é um goleiro que vem crescendo bastante de rendimento e integra os pilares do time que não só chegou a final da Copa do Brasil, como também está em segundo lugar no Brasileirão. Um goleiro ágil, de presença e com bastante personalidade. Talvez não seja o mais técnico do mundo, mas cumpre o papel de evitar que a bola entre no gol, nosso core business.

Na partida de ontem, uma finalíssima agregando todos os detalhes de um jogo decisivo como nervosismo e pressão, Weverton foi destaque. Fez uma série de defesas nos constantes ataques flamenguistas. Veja no vídeo abaixo que o goleiro aparece, no mínimo, por três vezes com destaque.


Esteve muito bem nas bolas rasteiras, executando bem o movimento de queda lateral. Se talvez tenha faltado um pouco de firmeza, isso foi compensado com um bom direcionamento das rebatidas (a exceção do primeiro chute de fora da área).

Nos gols, sem culpa. Bolas frontais e no contrapé, sem chance para ele.

Prestes a completar 26 anos, Weverton tem 1,89m, e já passou por algumas equipes do futebol brasileiro, tendo se destacado na Portuguesa, antes de chegar ao Atlético Paranaense. É mais um daqueles jogadores cadastrados no radar do olheiro Guarda-Metas.

Uma grande temporada para o goleiro nascido em Rio Branco, no Acre. Ele sai sim como um grande vencedor nesta competição.

0 visualização0 comentário