• Fabio Ritter

A muralha Enke


Principalmente no segundo tempo, quando sua equipe jogou com 10 homens, o goleiro fez diversas defesas incríveis. Mostrou muita firmeza e saídas arrojadas. E não teve culpa em nenhum dois três gols sofridos. Todos surgiram em chutes de curta distância.

Destaco uma saída no bico da pequena área pela direita na qual o goleiro abafou um chute de Lúcio e mandou para escanteio. No escanteio agarrou firme no pé da trave cabeçada do mesmo Lúcio. O goleiro também fez uma defesa a meia altura na esquerda espalmando forte. Deu uma bela saída pelo alto no meio de dois atacantes e agarrou firme a bola não a soltando na queda.

Enfim, mostrou a habitual firmeza dos goleiros alemães somadas a força física e arrojo nas saídas. Boa lição.

0 visualização0 comentário
logo_bola.png