• Fabio Ritter

As finais dos estaduais e os goleiros

Após a primeira partida das finais de alguns dos principais campeonato estaduais, não tem como esquecer de avaliar a performance de nossos goleiros nessas partidas. Enquanto alguns passaram desapercebidos, outros nem tanto.

Começando pelo clássico paulista, no qual nenhum goleiro levou gol. Tanto Rafael, como Júlio César, estão disputando suas primeiras finais de paulistão como titular. Certamente, deve bater aquela ansiedade um pouco maior em razão dessa nova experiência. Mesmo assim, ambos os goleiros foram muito tranquilos, sem comprometer suas equipes. Nos momentos mais difíceis, contaram com a sorte com as bolas que bateram na trave, tanto de Corinthians, como de Santos.


No clássico Gre-Nal, a situação foi um pouco diferente. Apesar dos dois goleiros, Renan pelo Inter e Marcelo Grohe pelo Grêmio, já estarem mais acostumados com o clássico, suas performances foram bem distintas. Grohe foi muito bem na partida, mostrando muita qualidade nas jogadas 1 vs. 1, principalmente no primeiro tempo. Não teve culpa nos gols e se não fosse ele, o Grêmio certamente seria mais vazado. Já Renan, teve influência direta tanto no primeiro, como no terceiro gol. No primeiro gol, Renan errou na saída de gol ao tentar socar uma bola alçada na marca penal e acabou perdendo a disputa para o centroavante adversário. No terceiro gol, em uma jogada muito parecida, Renan resolveu não sair, mas como ameaçou fazer o movimento, acabou ficando no meio do gol e foi encoberto. Para aliviar um pouco da barra do goleiro, vale ressaltar a postura defensiva de seu time nesses dois gols, que foi pífia.


Por fim, no clássico entre Atlético Mineiro e Cruzeiro, válido pela final do Campeonato Mineiro, Fábio e Renan Ribeiro tiveram tiveram atuações distintas. Apesar da bola ter sido colocada com maestria no seu ângulo, não podemos deixar de dizer que Fábio falhou no primeiro gol. Isto porque como a falta foi bem próxima ao seu gol, pelo seu lado direito, Fábio deveria estar mais próximo ao primeiro poste, para evitar essa conclusão direta. É aquele velho lema: primeiro evitamos o gol, depois pensamos no cruzamento. Depois do gol, Fábio teve uma atuação tranquila, assim como seu adversário Renan.


0 visualização0 comentário
logo_bola.png