• Fabio Ritter

Campo molhado, faltas e falhas



A rodada desta quarta-feira pela Copa do Brasil teve dois jogos com características parecidas e com conseqüências também. Tanto no jogo do Paraná e Inter quanto no jogo de Goiás e Corinthians, o campo estava molhado e os goleiros falharam em gols de falta.

Clemer, do Inter, tentou cobrir demais o canto da barreira e quando tentou voltar para defender o chute que foi onde ele estava escorregou e chegou mal na bola. Não entendi o porque do deslocamento para sua direita ao cobrir a barreira, já que foi uma falta rolada, com probabilidade maior de chute forte.

Harley, do Goiás foi mal na rebatida da falta cobrada no meio do gol. Ao invés de executar a encaixada a meia altura, tentou socar para a frente a bola. Errou o movimento e proporcionou o rebote. O soco para a frente foi pior ainda, pois deu chance ao atacante mandar pro gol. Deveria ter encaixado.

0 visualização0 comentário
logo_bola.png