• Fabio Ritter

Campus Soloporteros – Dia 2

O primeiro dia com programação integral do Campus foi extremamente puxado. Com treinos de três horas pela manha e duas horas pela tarde, o cansaço ao final do dia foi inevitável. Mas confesso a todos que estou muito satisfeito com o profissionalismo com que está sendo tratado tudo aqui. Desde o hotel onde estamos hospedados até os campos de treinamento, passando pelos professores e pelo material.

O treino da manha consistiu em cinco circuitos com os grupos passando por todos eles. Os grupos foram divididos pela habilidade e nível de cada goleiro e ficaram ao número de 8 cada. A primeira sessão que passei fez além de aquecimento um trabalho de firmeza frontal, encaixada, deslocamento lateral. Na segunda estação, foi-se utilizado um trabalho de pés com passes laterais simulando uma distribuição de bola para a defesa, além de situações cara a cara. A terceira contou com simulações de defesas espalmadas rasteiras, meia altura e mão trocada de joelhos para aprender bem o movimento. A quarta, e que achei a mais interessante, foi de trabalhos de velocidade de raciocínio. Diversas situações foram criadas para que o goleiro pensasse e agisse no menor tempo possível. O melhor dos exercícios foi quando o preparador colocou duas bolas no chão e jogava as duas ao gol. Quando ele falava um número par se ia na bola da direita e ímpar na da esquerda. Por fim, a quinta sessão trouxe trabalhos de impulsão sobre barras, deslocamento frontal, lateral e de costas entre os cones, e um pouco de pliometria.

Amanha tem mais.

0 visualização0 comentário
logo_bola.png