• Fabio Ritter

Casillas, Taffarel e Altura


Sim, esses três assuntos tem tudo a ver. O goleiro da seleção espanhola, adversária do Brasil no domingo na final da Copa das Confederações, é um discípulo de Taffarel. Talvez não por ele mesmo, mas para nós brasileiros, pela semelhança que ambos apresentam.

A começar pela altura. Com 1,8X, ambos se equivalem no tamanho. Na ficha de Iker diz 1,85. Acho que é menos, pois ao lado de Buffon ele parece muito menor. Eu chutaria 1,82. Taffarel também tinha por volta disso.

Chamados de baixo pelos entendidos, ambos são fenômenos. Cada um na sua época, é verdade. Apresentam segurança, liderança, coragem, técnica e, o principal, são fundamentais nos momentos decisivos. Falham quando pode e jogam demais nas finais e partidas importantes.

Mostram que na verdade goleiro não precisa ter 1,90m. Goleiro tem que ser bom. Tem que evitar o gol, ser seguro e decisivo nos momentos certos. Compensam a altura com posicionamento, técnica, posicionamento e impulsão.

Ontem Casillas foi fundamental novamente para a sua Espanha. Fez diversas defesas, principalmente as 1 vs. 1, uma de suas especialidades. Vide a contra Robben, na final da Copa de 2010.

O comentarista André Rizek, do Sportv, também encheu Casillas de elogio. Veja no vídeo em: http://globotv.globo.com/sportv/selecao-sportv/v/rizek-enaltece-goleiro-espanhol-iker-casillas/2659989/

A final de domingo vai ser uma chance para os brasileiros verem de perto este fenômeno. Torceremos que ele finalmente falhe contra o Brasil. Acho difícil. Mas que seja então uma vitória de 1 a 0, com gol de pênalti, que já estou satisfeito.

0 visualização0 comentário
logo_bola.png