• Fabio Ritter

De novo goleiro mal posicionado


Na semana passada, fiz um post a respeito de um mau posicionamento de um goleiro em um cruzamento, quando comentei o gol de Marcelo Moreno diante do Real Potosí, pela Copa Libertadores. Hoje, escrevo novamente sobre o mesmo erro. Desta vez, cometido pelo goleiro Marcelo, do Ituano, na partida diante do Santos, hoje, pelo Campeonato Paulista.

Após a zaga afastar um escanteio, a bola sobrou para um novo cruzamento, desta vez dentro da grande área, mas quase na linha de fundo. Sem necessidade, o goleiro Marcelo ficou postado ao lado do primeiro poste, com o braço inclusive encostado nele, como um goleiro de futsal. Mas como em futebol de campo a goleira é bem maior, o cruzamento foi no segundo poste e encontrou Kléber Pereira livre para mandar ao gol vazio.

Conforme mostra o vídeo acima, se o goleiro estivesse colocado a um passo do meio do gol, teria tempo bastante ou para interceptar o cruzamento saindo pelo alto, já que foi uma bola bem fechada, ou para agir no primeiro poste, caso a bola fosse ali. Caso não optasse por sair, ainda teria mais tempo para chegar no segundo poste e pelo menos fechar o ângulo de Kléber.

Ou seja, da forma como se colocou o goleiro Marcelo ele apenas teria chance de defender uma bola de primeiro poste, abdicando de qualquer saída de gol no meio da área ou no segundo poste.

0 visualização0 comentário
logo_bola.png