• Fabio Ritter

Entrevista Exclusiva: Rafael Bracali


Bracali nos conta como foi sua trajetória até chegar ao profissionalismo e dá dicas importantes a todos os goleiros. Confira a entrevista na íntegra abaixo:

Guarda-Metas.com: Conta para a gente como tu começaste a jogar no gol. Rafael Bracali: Comecei a jogar no gol por influência do meu pai. Eu jogava futebol na linha e acho que ele viu que eu não tinha futuro. Daí ele perguntou se eu não queria um dia treinar no gol. Ele foi goleiro profissional e talvez queria que o filho seguisse os mesmos passos. Então eu arrisquei e depois de 1 mês, tomei coragem e fui tentar a sorte.

GM: Quando decidiste: “Agora vou investir na carreira e ser profissional”. RB: Comecei treinando com os juvenis do Paulista. Passei no teste pra ser o terceiro goleiro da equipe em 1997. A partir daí já comecei a investir e pegar gosto pela profissão. Sempre me dediquei muito pra chegar a equipe profissional.

GM: Quem foi o treinador de goleiros que mais te ensinou? RB:Foi exatamente o Carlos Lima, pois foi ele quem me treinou nos juvenis e juniores, quando é a fase de todo o aprendizado do goleiro. Quando você tem uma base boa, chega ao profissional melhor preparado para ser lapidado.

GM: Qual o tipo de treinamento que mais gosta? RB: Eu gosto de todos os treinos específicos de goleiro. Só não gosto de correr em volta do campo (risos).

GM: Qual são as tuas maiores virtudes debaixo dos postes? RB: Debaixo dos postes procuro manter um bom posicionamento e simplificar os lances. Acho que, no final das contas, se conseguirmos simplificar as coisas seremos mais regulares também

GM: No Brasil, conquistaste um grande título, a Copa do Brasil de 2005. Conta para a gente como foi essa experiência: as maiores dificuldades, o nervosismo, as melhores atuações. RB: Fui campeão em 2005 com o Paulista jogando todos os jogos. Foi simplesmente emocionante. As melhores atuações foram contra o Internacional de Porto Alegre, Cruzeiro e Fluminense. As dificuldades foram enfrentar as grandes equipes do Brasil sabendo que jogávamos numa equipe de segunda divisão na ocasião.

GM: Tens uma estatura não considerada muita alta para os padrões de hoje. No entanto, triunfaste na carreira profissional. A que se deve isso? Qual dicas daria aos goleiros mais baixos que não desfrutam dos 1,90m ou mais. RB: Realmente existe o preconceito com relação a nossa altura. Temos que compensar de uma outra maneira essa desconfiança. Então temos que nos aperfeiçoar no que somos bons: velocidade, coordenação, segurança, etc.


GM: Qual a melhor luva do mercado para ti? RB: Sem dúvida a Uhlsport.

GM: Conhecias o Guarda-Metas.com? RB: Não conhecia até ler o teu email. Achei espetacular.

GM: Que dica final daria aos goleiros de todo o Brasil. RB: Se dediquem, pois existe oportunidade para todos. Quando ela aparecer, esteja preparado para não largá-la mais.

0 visualização0 comentário