• Fabio Ritter

Felipe volta ao gol do Fla e retoma a boa fase


Sim, caro blogoleiro, estou hoje falando bem do goleiro rubro-negro Felipe. Quem acompanha o GM há tempos sabe que não sou muito fã dele. Mas como tenho que comentar fatos, estou aqui para de certa forma dar o braço a torcer e reconhecer que desde a volta do goleiro ao gol do Flamengo o time ficou mais equilibrado e seguro atrás.

Depois de quatro partidas disputadas, Felipe sofreu apenas um gol, saindo invicto nas outras três. Foram três vitórias e apenas uma derrota.

A volta de Felipe veio junto com a chegada de Dorival Júnior ao comando do time. O técnico percebeu uma certa instabilidade no sistema defensivo e acreditou que um goleiro mais experiente que o então titular Paulo Victor seria a a melhor solução.

De fato está sendo. Apesar de ainda acreditar que PV é tecnicamente mais goleiro, Felipe deu mais segurança ao time. Isto porque Felipe tem uma característica que é fundamental em um goleiro: personalidade. Ele cresce em momentos decisivos e com isso deixa muitos adversários com medo.

Acreditar que é capaz é uma das principais características de um bom goleiro. Isto Felipe tem de sobra. Inclusive acho que isso tem muito a ver com a boa performance do goleiro em cobranças de pênalti. Essa segurança acaba amedrontando os batedores.

Na partida de ontem diante do Vasco, Felipe saiu invicto mais uma vez. Fez boas defesas, destacando-se principalmente em uma sequência de três intervenções aos 30 minutos do primeiro tempo. Depois de uma cabeçada frontal, o goleiro ainda defendeu o rebote em dois tempos. Esta característica do reflexo, aliás, é uma de suas virtudes.

Com isso, meus caros, vemos que ser um goleiro de sucesso nunca tem a ver exclusivamente com a técnica. Eu posso ser um mestre do trabalho específico sabendo fazer todo movimento possível e imaginado debaixo dos postes. No entanto, se for tímido e receoso, não me sairei bem como um número 1.

Esse episódio de Felipe é uma prova disso. Apesar de tecnicamente inferior a Paulo Victor, ele voltou ao posto de titular por ser mais seguro, experiente e também com mais personalidade. Por isso, blogoleiro, por mais que seja difícil treinar essa valência, recomendo desde já saber lidar com esse tipo de situação. Seja através de uma psicóloga ou mesmo de uma boa conversa com o treinador de goleiro. O fato é que todos nós precisamos ter personalidade. Essa qualidade trouxe Felipe de volta a número 1 do Flamengo!


0 visualização0 comentário