• Fabio Ritter

Jefferson pega muito

Não à toa ele chegou a seleção brasileira. Ainda sob o comando de Mano Menezes, Jefferson, goleiro do Botafogo, fez boas atuações com a camisa amarelinha pegando até pênalti diante do México. Apesar de não ter sido chamado na primeira convocação de Felipão, o goleiro tem todo o potencial para estar nas próximas. Isto porque joga demais!!

Ontem na semi-final da Taça Guanabara, diante do Flamengo, o goleiro foi peça fundamental na vitória de 2 a 0 que classificou seu time para a final do turno. Com diversas intervenções importantes, Jefferson foi ainda o responsável pelo segundo gol do Bota, ao lançar com os pés o seu atacante.


Para começar, destaco a defesa frontal após a cabeçada do atacante Hernani. Jefferson mostrou muita velocidade de ração ao abafar a conclusão frontal. Depois, muita agilidade e posicionamento correto ao sair abafando o adversário, abrindo o compasso e tirando a bola com os pés. Essa jogada 1 vs. 1, aliás, é uma das especialidades do goleiro.

Em seguida, uma série de cruzamentos pelo alto, viu o goleiro se não pegar firme, ao menos afastar o perigo com soco.

Outra defesa que me chama muito a atenção ocorre no minuto 05:50. Repare no desenho abaixo, como o goleiro se posiciona exatamente na bissetriz do ângulo formado com as traves e a bola. Ou seja, exatamente aonde deveria estar. Além disso mergulha extremamente angulado para o lado direito chegando facilmente em um chute frontal. A defesa que parece fácil, só assim o foi, pois Jefferson teve um excelente posicionamento e execução da queda lateral.


Por fim, após Felipe, goleiro do Fla, tentar a sorte na área, Jefferson executou uma excelente reposição de bola com voleio deixando seu companheiro na cara do gol. Meio gol do nosso goleirão.

Uma baita atuação desse goleiro que merece o respeito de todos da posição!

0 visualização0 comentário