• Fabio Ritter

Mais problemas com a bola da Copa


A bola da Copa do Mundo 2010, a Jabulani, foi descrita pelo goleiro titular da seleção brasileira, Júlio César, como “uma daquelas bolas que você compra em supermercado”.

Júlio queixou-se que a bola muda de trajetória muito rápido, comparando a bola com aquelas de plástico que se joga com criança. Quando se chuta para um lado, a bola acaba indo para o outro pela falta de peso. No entanto, Júlio se mostrou confiante e disse que apesar do problema com o peso da bola, “se dá um jeito”.

O goleiro chileno Claudio Bravo também disparou contra a bola e disse que parece bola de vôlei de praia, desenhada para dificultar a vida do goleiro. Ele alerta que a bola tem uma textura especial que combinada com água fica como sabão, quase impossível de ser agarrada.

0 visualização0 comentário