• Fabio Ritter

Marcelo “Banks” Grohe?

Há exatamente uma semana, fiz um post trazendo uma matéria da Rede Globo sobre a defesa mais espetacular das Copas, a de Gordon Banks, da Inglaterra, diante de Pelé, em 1970. Pois ontem, na partida entre Grêmio e Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro, o goleiro do tricolor gaúcho, Marcelo Grohe, fez uma defesaça que lembrou em muito a de Banks. Confira abaixo e compare!


É claro que a comparação se deve muito mais a semelhança estética das defesas do que pela importância e até mesmo dificuldade. A de Banks exigiu maior deslocamento do goleiro, pois ele cobria o primeiro poste, já que o cruzamento veio bem do fundo. Assim, ele leva mais tempo para cobrir o segundo poste, onde chega com grande impulsão.

Já na defesa de Grohe, apesar da conclusão ser mais próxima, o goleiro já estava mais próximo da bola, por estar cobrindo o poste. De toda forma, mostra grande reação para dar um tapa e tirar a bola de dentro do gol. O quique da bola no solo molhado também dificultou em muito sua defesas.

E você blogoleiro, o que achou? Vale a comparação? Comente!

0 visualização0 comentário