• Fabio Ritter

O raio caiu de novo no mesmo lugar

O goleiro alemão Sascha Burchert, do Hertha Berlim, teve um azar impressionante na última rodada do campeonato alemão, na derrota de seu time para o Hamburgo por 3 a 1. O goleiro entrou aos 33 minutos no lugar de Timo Ochs, lesionado. Até aí tudo bem, afinal era a chance dele mostrar serviço.

Mas no decorrer da partida a sorte mostrou realmente não estar do lado do goleiro. Aos 38 minutos, ele abandonou a meta até fora da área para cortar um lançamento. O fez muito bem, dando uma cabeçada forte para frente. No entanto, no rebote Jarolim, do Hamburgo, pegou de primeira e mandou no fundo das redes, sem dar tempo de Burchert voltar. Nessa jogada, se pode questionar se o goleiro deveria ter cabeceado para o lado ou não. Mas na velocidade da jogada isso realmente era difícil.

Dois minutos depois, apenas dois, a mesma jogada se repetiu. Após novo corte de cabeça, foi a vez do brasileiro Zé Roberto pegar quase no meio de campo e mandar às redes. Inacreditável.

Isso foi muito azar mais do que nada. Na segunda jogada, se eu fosse ele ficaria mais retraído. Mas ele não teve medo e foi bem além, para tentar cortar a chance de ataque. Infelizmente deu errado.

A dica, quando se sai do gol, é visualizar antes onde estão os oponente. As vezes não importa tanto mandar longe a bola, mas sim longe dos adversários. Veja o feito abaixo.

Dica do blogoleiro André Luiz.

0 visualização0 comentário