• Fabio Ritter

O Vasco precisa de goleiro


A única diferença entra o título do post de hoje e o de um mês atrás é a retirada do ponto de interrogação. No dia 22 de julho, questionei se o Vasco precisava de goleiro, pois o recém empossado Diogo Silva havia falhado no gol sofrido no clássico diante do Fluminense.

Deixei a indagação por achar que ainda era muito cedo se chegar a uma conclusão sobre o assunto. Pois bem, depois da derrota por 3 a 2 diante do Grêmio, no último sábado tenho o meu veredito. O Vasco realmente precisa de goleiro. Não que Diogo não tenha condições de ser titular do clube cruzmaltino. Mas não agora. Nesse momento, ele não está pronto. Na última partida, grande parte da torcida perdeu a paciência com ele depois de mais um gol defensável não ser evitado (o terceiro do Grêmio, nesse caso).

A retomada do Vasco com a chegada de Dorival Júnior coincidiu com a entrada de Diogo no time. O clube passou a vencer, subiu na tabela. No entanto, agora que chegou na ponta de cima precisa de algo a mais para chegar ao topo ou até mesmo para se manter nessa parte superior. Precisa de um goleiro que dê segurança ao time. Precisa de um atleta pronto. Não dá mais para arriscar.

Para o ano que vem eu traria Marcelo Lomba, como já falei aqui no GM. Mas a ação precisa ser imediata. Sondaram Martin Silva que fez uma espetacular Libertadores com o Olimpia. Seria um bom nome, mas parece que as negociações não evoluíram. Magrão, do Sport Recife que disputa a Série B, seria uma boa opção. Com a janela fechada, não restam muitas opções.

Nesse momento, não é hora de inventar. Muito menos jogar a responsabilidade em jovens promessas. Por isso, um experiente camisa 1 para o Vasco já!

0 visualização0 comentário