• Fabio Ritter

Os melhores do mundo


Ontem foi possível conferir em atuação os dois melhores goleiros da temporada 2012: Petr Cech, do Chelsea, e Manuel Neuer, do Bayern de Munique. Ambos estiveram presente na final da UEFA Champions League, partida de muitas idas e vindas, vencida pelo time inglês nos pênaltis.

Depois de uma grande campanha de ambos os goleiros, a final os reservou aquilo que há de mais presente na carreira de um arqueiro: a ironia. Depois de serem responsáveis diretos pela classificação de seus times nas semi-finais, ambos falharam na partida final.

Semanas atrás, diante de um Camp Nou completamente lotado, Petr Cech simplesmente fechou o gol consolidando a defesa de seu time como uma das maiores retrancas já vistas no futebol moderno. Por ali quase nada passou e o temido Barcelona ficou no meio do caminho, algo imaginado por pouco no mundo todo (ou por apenas pequenos felizardos de casas de apostos).

Na outra semi-final, Manu Neuer, em seu primeiro ano de Bayern pegaria dois pênaltis na casa do adversário Real Madrid. Assim, levava seu time para a disputa de mais uma final de Champions, mas desta vez com um ingrediente a mais, pelo fato do time alemão ser o mandante da partida.

Reunidos em Munique, neste sábado, Cech e Neuer faziam partidas seguras, sem grandes problemas. Foi aí que aos 38 minutos do segundo tempo, Thomas Muller, do Bayern disferiu uma cabeçada frontal ao gol de Cech. A bola vinha mansa, mas o desvio no solo acabou atrapalhando o goleiro que errou o tapa e assim sofreu o gol de abertura de placar a 7 minutos do fim.

Quando tudo parecia perdido, o artilheiro Didier Drogba aproveitou um escanteio da sua direita e cabeceou forte no primeiro poste. Neuer também não conseguiu mostrar muita reação e assim sofreu o gol de empate a dois minutos do fim.

A partida foi para a prorrogação e ali se viu a concretização de um dos maiores ditos na posição de goleiro: equilíbrio emocional. Petr Cech não se deixou abalar pelou gol e aos cinco minutos da prorrogação teve sua redenção. Defendeu cobrança de pênalti de Robben, sem dar rebote, e manteve assim o placar inalterado até a chegada dos pênaltis.

Na disputa pela marca fatal, ambos Neuer e Cech mostraram mais uma vez porque são os melhores do mundo. Neuer além de pegar uma cobrança ainda bateu o seu com personalidade e converteu. Cech pegou duas cobranças e assim somou três na partida, levando o seu Chelsea ao título.

Grande partida de dois monstros no gol. Os melhores do mundo.


Veja os melhores momentos do jogo aqui: http://globotv.globo.com/globocom/liga-dos-campeoes-da-uefa/v/melhores-momentos-bayern-de-munique-1-x-1-chelsea-pela-final-da-liga-dos-campeoes/1955324/

2 visualizações0 comentário