• Fabio Ritter

Rafael Cabral no Sevilla?


Tomara que não. Mas se o que a coluna Tribuna do Praetzel noticiou for verdade, acredito ser mais um equívoco de jovens atletas brasileiros em busca da Europa. Segundo conta a notícia, o goleiro do Santos seria negociado com o Sevilla após o Mundial de Clubes.

Já comentei aqui no GM sobre essa ânsia que muitos atletas brasileiros tem de ir para a Europa logo no início de carreira. Logicamente que não estou na pele deles e tampouco tentado aos milhões de euros que podem adentrar nas suas contas bancárias. No entanto, conheço a realidade nacional e sei que os salários pagos por clubes de elite, como o Santos, não são muito distantes dos pagos na Europa.

Fora a questão financeira, defendo a ideia de que o futebol brasileiro está muito mais em evidência do que o Europeu aqui em territórios tupiniquins. Um atleta que se destaque aqui facilmente chega às manchetes dos jornais e TV. Na Europa, a situação é mais complicada, pois este mesmo atleta tem de estar em um time e liga de ponta para tentar obter o mesmo destaque.

Exemplos: Diego Alves, do Valencia, vem fazendo grandes campanhas no Campeonato Espanhol e raramente é lembrado pela seleção Brasileira. Helton, do Porto, dono há mais de 6 anos da número 1 da equipe também é pouco convocado. Sobra espaço apenas para Júlio César, titular de um grande time de uma grande liga (Inter Milão) e Gomes, titular de uma equipe média de uma grande liga (Tottenham Hotspurs).

Rafael Cabral caso venha a jogar no Sevilla sofreria do problema parecido ao de Diego Alves. Por mais que fosse titular e destaque da equipe, praticamente sumiria no cenário brasileiro. Hoje ele é goleiro do atual time campeão da Libertadores. Está fazendo um grande campeonato brasileiro e é o provável goleiro da seleção nas Olimpíadas. Ou seja, para que sair agora do país?

Espero que a notícia seja apenas mais uma das especulações famosas no mercado do futebol. Porque o lugar de Rafael, certamente é aqui no Brasil. Ao menos por enquanto.

0 visualização0 comentário