• Fabio Ritter

Recurso


Um goleiro bem treinado pode ter a maior variedade de ferramentas na sua caixa. Dessa forma, seja qual for a situação da partida, ele poderá escolher uma delas e aplicar na jogada. Por isso, insisto que todos os fundamentos devem ser treinados durante o programa de treinamentos de uma termporada do goleiro.

Na partida de ontem, entre Flamengo e Internacional, Bruno abriu sua caixa de ferramentas e mostrou que ela está bem cheia. Aos 45 minutos do segundo tempo, o goleiro fez um lance impressionante. Após não alcançar a conclusão de Andrezinho que acabou batendo no poste e tocar na bola sem querer na volta dele, o goleiro teve excelente giro, mostrando agilidade, reflexo para defender o chute a queima roupa e uma velocidade de raciocínio impressionante quanto chutou a bola para longe. Esse recurso poucas vezes utilizados pelos goleiros deu ao goleiro e ao seu time o 0 a 0.

Novamente reitero a importância de trabalhos que abranjam todas as técnicas possíveis exigidas do goleiro. No caso de Bruno, a sua velocidade de raciocínio apurada o fez improvisar para evitar o gol. Exercite isso nos treinamentos para tentar improvisar como ele na hora da partida. Certamente estará na defesa da semana.

0 visualização0 comentário