• Fabio Ritter

Saque Bate-Pronto

* Post a pedido do blogoleiro Sérgio Souza Toda vez que faço um post sobre distribuição com os pés fico pensando em qual seria o melhor nome para definirmos mais formalmente a nossa quebrada. Já faz algum tempo que não usamos mais o antigo balão, por isso que o termo quebrada aqui no Brasil remete ao voleio que o goleiro executa para repor a bola de forma rasante. Mas como acho o termo quebrada um pouco pejorativo a este belo movimento, resolvi a chamar de saque.

Desde que voltei da Inglaterra, trouxe comigo uma nova técnica de distribuição que é o saque com bate-pronto. Apesar de ser de fato um balão, esta é uma forma extremamente útil de repor a bola em jogo e eu vou dizer porque.

Este tipo de saque é válido em situações específicas do jogo:

  1. Quando se quer alcançar distância, pois nesse formato a bola geralmente vai mais longe;

  2. Quando se quer ganhar tempo, pois nesta quebrada a bola sobe mais alto e assim queima segundos precisos; e

  3. Quando a defesa toda já saiu e a quebrada rasante perde um pouco do sentido, pois o adversário já está recomposto.

Existe diversas formas de executar o saque com bate-pronto. O mais fácil é segurar a bola com as duas mãos, apontar para o alvo e largar a bola para que bata no chão antes de ser chutada. Outra forma é segurar com apenas uma das mãos. Há goleiros que preferem a mão da perna do chute, mas outros preferem a mão inversa (como na quebrada rasante).

O que importa é a batida na bola. Vale ressaltar que exige tipo de saque exige treino e algumas condições específicas de campo. Não indico fazer em terrão ou campo irregular, pois o quique da bola em um chão desnivelado pode fazer o chute espirrar. Este inclusive é a principal ameaça do saque bate-pronto. Caso o goleiro erre o momento certo do chute, a bola espirra e o estrago pode ser grande. Por isso, deixe para testar em campos regulares ou sintéticos.

Por isso, treine. Utilize uma rede ou tela de proteção para ir pegando a forma correta de bater na bola. Não experimente fazer direto em um jogo. Também não experimente fazer em um campo no qual nunca tenha jogado antes.

Depois de seguir esses passos, pode estar pronto a mandar a bola lá na intermediária do adversário, como fizeram estes goleiros abaixo. Confira.



3 visualizações0 comentário